Pontes Ubuntu chega à Colômbia

Pontes Ubuntu atravessou o Atlântico e chega agora à América do Sul.
Por estes dias Medellín, na Colômbia, respira Ubuntu e fica a certeza que as sementes lançadas darão muito fruto.
 
A 14 e 15 de abril, realizou a primeira formação de formadores Ubuntu na Colômbia. 30 jovens, provenientes de 18 associações sociais a trabalhar nos bairros de Medellín compareceram no Centro Fé y Culturas, em Medellín, para dois dias de formação. Sábado e Domingo intensos, dinâmicos, profundos e fecundos. Uma enorme sintonia permitiu que se criasse um grupo de jovens motivados e empenhados em assumir o método Ubuntu como ferramenta para os seus contextos, todos muito desafiantes. Na Colômbia, a violência, os assassinatos, os raptos e as extorções, convivem diariamente com a generosidade, a entrega e o serviço desinteressado. O país de contrastes que não deixa ninguém indiferente e no qual o Ubuntu poderá ajudar a construir a paz sonhada por tantos. 
 
Segunda-feira, 16 de abril, foi o dia de iniciar mais uma Academia de Líderes Ubuntu, já com os formadores recém formados, a assumir o seu papel. Foi uma experiência extraordinária presenciar a apropriação de todo o método, acrescentando-o e melhorando-o, tornando-o seu. O novo grupo de cerca de 28 jovens, enviados pelas suas associações, entregam-se à transformadora experiência Ubuntu. Muitas sementes foram deitadas à fértil terra da Colômbia, país sedento de pontes que construam a paz.
 
 Colombia Ubuntu
Fotografia: Grupo de futuros formadores Ubuntu na Colômbia.